Mês: abril 2015

Exposição

Postado em Atualizado em

Sábado fomos (Cauê e Matheus) à III Bienal Internacional de Graffiti Fine Art, nos três andares do Pavilhão das Culturas Brasileiras no Parque do Ibirapuera. A exposição conta com obras de 65 obras de artistas do mundo todo e reuni desde grafites em tela até esculturas pintadas (ver fotos postadas). 

  Havia muitas obras realmente bonitas e críticas muito inteligentes. Contudo, esperávamos, sinceramente, que seria melhor. Não havia nomes ou obras famosas, embora tivéssemos ido apenas no primeiro dia dos 31 nos quais será possível ir (18 de abril até 19 de maio). Contudo, ao pararmos pra pensar, percebemos que, ainda que possivelmente incompleta, qualquer forma de arte exposta em uma galeria é sempre MUITO válida. Se, por conta do trânsito ou da correria da cidade, não podemos prestar atenção nos lindos grafites nas ruas, esta é uma oportunidade pra pararmos, fotografarmos e analisarmos estas obras de artes dentro de uma galeria sem pressa nenhuma. E é por isso que recomendamos fortemente o passeio, pois ele vale a pena.

                        

(todas as fotos for tiradas pelos membros da equipe, Matheus e Cauê)

Anúncios

Elevando o grafite ao próximo nível.

Postado em

Estava buscando saber mais sobre a arte do grafite quando me deparei com algo estranho, uma forma de grafitar que nunca tinha visto antes, chamada de anamórfica. Essa técnica da efeito de profundidade aos desenhos (não a de luz e sombra clichê, uma profundidade absurda), por meio de maneiras inteligentes de usar o espaço disponível ao seu favor. Um dos artistas que mais me chamou atenção foi Odeith, que infelizmente não é Brasileiro o que dificulta o contato, mas suas obras não deixam de me arrepiar por causa disso. Para mim, é muito dificil descrever o que ele faz e o que sinto quando vejo uma obra dele, ele realmente elevou o grafite à maxima potência. Por isso quero que vocês sintam e comentem o que acharam.

Se preparem para ver como o grafite pode ser ridiculamente incrível:

   

      

Impressionante, não é mesmo? Eu sei que sim…

Para saber mais sobre esse artista, acesse:  http://www.odeith.com/graffiti/

e até a próxima!! (aceitamos sugestões)

OSGEMEOS

Postado em Atualizado em

Símbolo influente do estilo do grafite brasileiro, em especial paulistano, OSGEMEOS (ou Os Gemeos) é uma dupla de irmãos, gêmeos, grafiteiros de São Paulo, que trabalham juntos desde pequenos influenciados pela chegada da cultura hip hop nos anos 80 e pelo apoio da família. Nascidos em 1974, Gustavo e Otávio Pandolfo nasceram no Cambuci, bairro central da cidade, onde faziam suas primeiras primeiras obras de arte, explorando com dedicação as diversas técnicas de pintura, desenho e escultura e tendo as ruas como seus lugares de estudo, logo aos 13 anos de idade. Atualmente, OSGEMEOS criam uma variedade de projetos em diversos lugares como ruas, muros, fachadas de prédios ou até trens e seus grafites estão presentes em países como Canadá, Escócia, Cuba, Chile, Estados Unidos, Itália, Espanha, Inglaterra, França, Grécia, Holanda, Alemanha, Lituânia, Portugal, Polônia e Japão, além de diversas cidades brasileiras. O conteúdo vai desde meras ilustrações visuais até críticas sociais e políticas. Os irmãos Pandolfo são, com toda certeza, um motivo de orgulho nacional.

Um dos livros que fala um pouco sobre a história dos dois e compila uma enorme variedade de seus projetos é “Os Gemeos”, organizado por Pedro Alonzo, da The Institute of Contemporary Art/Boston. O livro está em inglês, mas mesmo para quem não fala a língua vale a pena pelas imagens, que compõe a grande maioria do mesmo. Pode ser comprado pela internet, em livrarias menos porque de que nem todas o têm. Capa do livro "Os Gemeos"

O que vocês acham? 

Postado em

Grafite para forte reflexão e auto-explicativo:

Deixem suas opiniões sobre o que acharam e se concordam. 

 

(Foto: Mateus Guerreiro, autor: desconhecido) 

Caso algum leitor tenha foto de um grafite que viu e gostou, porfavor mardar para nós via comentário ou email!